BEDA #4 - Pequenas lições que a gente aprende no Tumblr

agosto 04, 2017


Há algum tempo (anos, na verdade) vi um post no Tumblr que falava sobre esses julgamentos que nós, seres humanos, fazemos automaticamente e, muitas vezes, sem querer. Ele me fez pensar muito porque, apesar de eu tentar não julgar as pessoas (afinal quem sou eu para fazer isso, não?), às vezes me pegava pensando coisas do tipo "nossa, que shorts curto", "nossa, ela só quer aparecer com essa barriga de fora", esse tipo de coisa. Sim, nenhum pouco legal e nada parecido com a meu ideal de praticar sororidade com outras minas (e com todos os outros seres humanos, na real). E geralmente, assim como a pessoa aflita desse tal post, meu segundo pensamento é "não, pare com isso, essa pessoa pode se vestir como ela bem entender, você não tem direito nenhum de julgá-la" ou então "não, está tudo errado, essa menina está maravilhosa com essa blusinha/shorts/saia e ela tem todo o direito de usar o que quiser, assim como você". 

Vou chegar ao ponto, prometo. 

Nessa mesma publicação, uma segunda pessoa rebate a auto-critica da outra - que pensa ser um ser humano muito ruim por ter esse tipo de pensamento - e diz que a primeira coisa que passa pela nossa cabeça é o que estamos condicionados a pensar, mas o que vem depois define quem realmente somos. 


Eu penso muito nisso. Nasci e cresci no meio de uma família muito boa, mas que às vezes é um pouco machista/preconceituosa. E eu sempre me incomodei com isso, sempre arrumei brigas e discussões por causa desse tipo de atitude deles porque isso é péssimo. Mas é uma tarefa difícil quando você passa sua vida inteira ouvindo coisas erradas. É preciso querer sair desse círculo e eu gosto muito de acreditar que, realmente, quando nós nos corrigimos e nos repreendemos por termos tido algum pensamento desse tipo, é ai que está a mudança, é assim que quebramos o ciclo. 

Não sei se esse post tem muito sentido, mas eu estava com isso na cabeça hoje e precisava compartilhar. 

Leia também

4 comentários

  1. Eu vi esse mesmo post e no tumblr e também levo ele pra vida, tanto que quando comecei a ler seu post já pensei em comentar sobre essa frase que vi hahaha

    "What you think next defines who you are" <3 beijo!

    Ray e os Dezoito

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vivendo e aprendendo, não é mesmo? Eu reflito muito sobre essa frase, é daquelas coisas que acalmam o coração da gente.

      Excluir
  2. Acho que a grande lição que o tumblr me ensinou é que a gente tem que aprender a se perdoar. Claro que não adianta tu ser uma pessoa preconceituosa e babaca e CONTINUAR ASSIM apenas dizendo que não é culpa sua e precisa se perdoar. A ideia é se perdoar e melhorar no processo.

    De fato, muita coisa que a gente pensa é herdada do senso comum que é machista, misógino e racista. Ainda bem que aos poucos estamos desconstruindo isso.

    ;*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, não adianta nada achar que tem que se perdoar e continuar fazendo a mesma coisa.

      <3

      Excluir

Obrigada!