Quero ser palestrante

junho 26, 2017


Não, eu não quero ser palestrante - aliás, detesto falar em público; esse é o meu grande pesadelo. Mas não consegui pensar em um título melhor. 

Hoje tive um almoço de trabalho (das vantagens de ser jornalista: comida grátis) e escutei, mais do que participei, uma conversa bem interessante entre três mulheres que estavam ao meu redor na mesa. Uma jornalista, uma curadora de museu e uma empresária/publicitária. Todas com mais de 35 anos de idade e muitos de carreira.

Enfim.

Estou eu lá prestando atenção no papo quando escuto a seguinte frase: - Eu adoro fazer esses eventos porque meu plano para daqui há alguns anos é viver como palestrante. 

E a conversa seguiu. Ninguém pareceu espantado. E eu lá, no alto dos meus 22 anos, pensando "cara, como que alguém pode ser tão seguro na vida a ponto de planejar que vai viver fazendo palestras?" Fiquei tentando entender e aquilo me deixou muito incomodada. Não se a questão é que eu ainda sou muito jovem e tenho todo um caminho pela frente até chegar ali, mas fiquei me perguntando o que eu estou fazendo de errado na vida que ainda não posso planejar meu futuro... Às vezes acho que vivemos com tanta pressa de suceder na vida, ter casa, carro, emprego estável e uma carreira super mega blaster que dá até desespero. Ou sou só eu? Porque, honestamente, convivo bastante com pessoas mais velhas do que eu (pelo menos 5 anos de diferença, mas muito mais com gente com mais de 35 anos de idade) e me dá desespero ainda não ser, tipo, editora de uma coluna só minha em alguma revista por ai. Porque parece que o pessoal já começou assim. Tenho crises de ansiedade por conta disso. Sério. É foda.

Outro dia eu estava conversando com mozão sobre isso: quando comecei a estagiar, via ao meu redor pessoas novas (entre 25 a 29 anos) que já estavam ali super em alta, editando coisas e eu ali estagiária (óbvio, eu tinha 20 e estava no 3º ano da faculdade). Aí paramos para refletir que, ok, essas pessoas são jovens, mas já estão perto dos 30, não é mesmo? Elas já passaram por várias fases na vida que eu ainda não passei. Pensando assim friamente parece que dá um alivio, mas me deixa mais nervosa ainda.

TIPO, eu não quero esperar ter 30 anos pra ter minha casa ou ser reconhecida pelos meus textos. É horrível acompanhar na mídia pessoas que tem a minha idade e já ganham milhões de reais e são super famosos e tal. E eu aqui (não quero ser famosa não, mas os milhões aceito) parecendo que não saio do lugar. S.O,S estou enlouquecendo.

Resumindo: estou tendo minha crise de meia idade com 22 anos (mentira, estou nessa desde os 16 pelo menos...é foda ser idosa num corpo novo). 

Vou continuar culpando a posição dos astros pelos meus sentimentos confusos desse fim de mês.

Leia também

0 comentários

Obrigada!