coisas aleatórias

Quero ser palestrante

junho 26, 2017


Não, eu não quero ser palestrante - aliás, detesto falar em público; esse é o meu grande pesadelo. Mas não consegui pensar em um título melhor. 

Hoje tive um almoço de trabalho (das vantagens de ser jornalista: comida grátis) e escutei, mais do que participei, uma conversa bem interessante entre três mulheres que estavam ao meu redor na mesa. Uma jornalista, uma curadora de museu e uma empresária/publicitária. Todas com mais de 35 anos de idade e muitos de carreira.

Enfim.

Estou eu lá prestando atenção no papo quando escuto a seguinte frase: - Eu adoro fazer esses eventos porque meu plano para daqui há alguns anos é viver como palestrante. 

E a conversa seguiu. Ninguém pareceu espantado. E eu lá, no alto dos meus 22 anos, pensando "cara, como que alguém pode ser tão seguro na vida a ponto de planejar que vai viver fazendo palestras?" Fiquei tentando entender e aquilo me deixou muito incomodada. Não se a questão é que eu ainda sou muito jovem e tenho todo um caminho pela frente até chegar ali, mas fiquei me perguntando o que eu estou fazendo de errado na vida que ainda não posso planejar meu futuro... Às vezes acho que vivemos com tanta pressa de suceder na vida, ter casa, carro, emprego estável e uma carreira super mega blaster que dá até desespero. Ou sou só eu? Porque, honestamente, convivo bastante com pessoas mais velhas do que eu (pelo menos 5 anos de diferença, mas muito mais com gente com mais de 35 anos de idade) e me dá desespero ainda não ser, tipo, editora de uma coluna só minha em alguma revista por ai. Porque parece que o pessoal já começou assim. Tenho crises de ansiedade por conta disso. Sério. É foda.

Outro dia eu estava conversando com mozão sobre isso: quando comecei a estagiar, via ao meu redor pessoas novas (entre 25 a 29 anos) que já estavam ali super em alta, editando coisas e eu ali estagiária (óbvio, eu tinha 20 e estava no 3º ano da faculdade). Aí paramos para refletir que, ok, essas pessoas são jovens, mas já estão perto dos 30, não é mesmo? Elas já passaram por várias fases na vida que eu ainda não passei. Pensando assim friamente parece que dá um alivio, mas me deixa mais nervosa ainda.

TIPO, eu não quero esperar ter 30 anos pra ter minha casa ou ser reconhecida pelos meus textos. É horrível acompanhar na mídia pessoas que tem a minha idade e já ganham milhões de reais e são super famosos e tal. E eu aqui (não quero ser famosa não, mas os milhões aceito) parecendo que não saio do lugar. S.O,S estou enlouquecendo.

Resumindo: estou tendo minha crise de meia idade com 22 anos (mentira, estou nessa desde os 16 pelo menos...é foda ser idosa num corpo novo). 

Vou continuar culpando a posição dos astros pelos meus sentimentos confusos desse fim de mês.

coisas aleatórias

Aquela crise (básica) de identidade na sexta à noite

junho 23, 2017

Ou sobre querer escrever sobre coisas legais, mas ter uma vida monótona...
*onda de FEELS*
Sempre tenho desses momentos autocríticos (e autodepreciativos também) em que começo a refletir sobre a minha produção escrita diária destinada a este blog, ou apenas a uma pastinha de arquivos no meu notebook, e entro em crise. Tenho o costume de ler alguns blogs pessoais e essas pessoas vivem escrevendo coisas interessantíssimas sobre suas vidas, ainda que tenha sido uma saia presa na escada rolante ou sobre a saga para pegar um táxi numa noite chuvosa. Vejo essas histórias e fico pensando: será que a minha vida é tão chata assim que nem mesmo um mico de leve acontece comigo para que eu possa escrever sobre ele? Resposta: nem tanto, eu é quem perco as oportunidades de sair por ai dissertando sobre meus perrengues. Fica para a próxima.

Quando eu finalmente troco o disco, decido que é hora de tocar no ponto sensível de ser uma jornalista recém formada, mas que quase não consegue produzir textos que não sejam relacionados a algum trabalho específico. É foda. Passo semanalmente por esses períodos, geralmente em alguma sexta-feira frustrada em que tudo deu errado (como hoje) e fico me questionando o quão "boa o suficiente" eu sou nesse lance de escrita . Vivo recebendo elogios sobre coisas que posto ou textos que deixo outras pessoas lerem (tenho uma certa resistência/medo em expôr minhas criações, mas até ai ok), mas 1) eu sinto que demoro demais para escrever alguma coisa que valha a pena ser lida e 2) parece que só me sinto inspirada e com boas ideias ~e frases impactantes~ cinco segundos antes de pegar no sono. 

Essa semana mesmo pensei num monólogo incrível sobre como vivi quase 10 anos entre crises de depressão e ansiedade (e vontades reais de morrer), e até mesmo um pequeno episódio de distúrbios alimentares, sem que ninguém (ou quase ninguém) notasse absolutamente nada - e como "superei" essas situações. Preparei um texto lindo na minha cabeça enquanto me ajeitava debaixo de um edredom gigante e um cobertor fininho (porque está um frio da p@rra). No dia seguinte, abri um documento do Word e fiquei 10 minutos encarando aquilo. Fechei e fingi que nunca tinha acontecido.

Já passei por isso umas mil vezes. O que já perdi de ideias por estar muito cansada para ligar o notebook ou anotar em algum papel... Até dá um frio na barriga pensar nisso. O negócio é que eu quero muito, muito, muito mesmo escrever cada vez mais e cada vez melhor. Quero falar sobre tudo. Tenho uma vontade tão imensa de verbalizar o que eu sinto que, no fim das contas, não encontro as palavras certas. Parece que fico tão agitada pensando no que vou escrever, que na hora de escrever minha caixinha pifa. Não sei o que acontece.

Enfim, recentemente meus conhecimentos sobre astrologia aumentaram consideravelmente e sei que a lua e o sol  estão em câncer e isso significa (segundo minhas fontes a.k.a diferentes sites sobre astrologia) muitas emoções e sentimentos (no meu caso conflituosos). O dia hoje foi difícil. Aliás fiquei bem #assustada com a precisão de horários mencionados em uma postagem que li há pouco sobre essa posição lunar. Espero que o resto dê certo também risos.

Textão para dizer que meu nível de criatividade anda meio escasso e isso me deixa Emputecida™.

Agora vou jogar The Sims que era o que eu ia fazer antes de ter esse ataque de pelanca.

PAZ

30 cartas

Uma carta para o crush

junho 22, 2017


Poxa, crush, por que não me nota? (se você não entendeu a referência, clique aqui e me agradeça depois. Ou não.) 

Bom gente, já faz um certo tempo que e não tenho um crush. Pelo menos não um crush na vida real (só mozão, que é meu crush eterno). Na ficção, no entanto, tenho alguns risos. Eu nunca tive muita habilidade para lidar com esse tipo de coisa na verdade. Não tenho paciência para joguinhos no qual as pessoas ficam nesse vai-não-vai, me-quer-não-me-quer. Odeio, aliás. Para mim as coisas são bem preto no branco: se ambos querem, que se peguem. Se um não quer, que não jogue com os sentimentos (ou com a vontade de dar uns beijos) do outro, por favor (não que eu nunca tenha feito isso, não é mesmo? Já fomos todos adolescentes irresponsáveis).  

 Escrevi esta cartinha de maneira um tanto quanto generalizada, levando em conta situações que vivi e que vejo outras pessoas vivendo.  E vocês, têm um crush que não sai da cabeça?

👄👄👄👄


Querido crush, 

Venho por meio desta te perguntar em que pé estamos. Já faz algum tempo que vivemos essa troca de olhares e conversinhas fiadas que não nos levam à lugar algum. Crush, senta aqui, vamos conversar. Qual é sua? Sério. Preciso saber logo porque, apesar de te querer, não estou com vontade de ficar perdendo tempo com joguinhos. Como diz Anitta, eu não estou mais na idade. Vamos ou não vamos dar uns beijos, hein crush? Me dê um sinal mais claro, por favor. 

Crush, não nos conhecemos há muito tempo não é mesmo? Mas adoramos flertar um com o outro, isso eu já notei. Só que chega uma hora que cansa, e eu não tenho muita paciência para esse tipo de interação social. Então, crush, se decida logo se vamos fazer esse ship ser canon, ou se vamos parar com toda essa encenação (e no fim das contas fingir que o outro não existe).  

Meu querido, você é uma graça. Te acho fofo e lindo, porém não tenho todo o tempo do mundo. Chega de enrolação, crush. Quero uma resposta definitiva. Cansei de ficar de papinho até altas horas no WhatsApp e de ficar curtindo até suas fotos mais antigas no Instagram. Cada vez que abro o Twitter e vejo os seu username ali, fico me perguntando se aquele texto condensado em 140 caracteres é para mim. Sempre torço para que seja.  

Bom, crush, é isso. Espero resolvermos nossa situação da melhor maneira possível. 

Um grande abraço e um beijinho.

👯

5 blogs 5 posts

5 coisas simples que eu amo

junho 22, 2017

Genteeeeeeeeee! Chegamos ao último dia do desafio 5 blogs, 5 posts. Foram 5 semanas muito intensas, durante as quais eu achei que não conseguiria postar todas as quintas-feiras - e nem sobre todos os temas. Quando a Carol propôs o desafio eu aceitei porque queria dar uma levantada no blog. Estava passando por um período de bloqueio criativo (e ainda estou um pouco) e não conseguia pensar em nada para escrever por aqui. Só que eu também estava num momento meio parado na vida. Os trabalhos estavam todos em dia e indo com calma, só que TCHANAM de repente, naquela mesma semana, ****BOOM**** o meu pequeno universo particular resolveu virar de cabeça para baixo e eu fiquei sem tempo para quase nada. Foi sofrido escrever todas essas quintas-feiras, mas sobrevivemos!!


Como relembrar é viver, se você não viu os outros quatro posts, aqui vai um pequeno resumo do que teve por aqui. Na primeira semana do desafio, falei sobre 5 coisas que aprendi com um personagem e escolhi a Sydney Sage (das séries Bloodlines e Vampire Academy escritas pela maravilhosa Richelle Mead). Depois vieram os temas 5 fotos que me fazem feliz (teve avó, teve catioro, teve paisagem e teve até euzinha); 5 livros filmes e séries que amo e indico (no qual me descontrolei e fiz um post mega gigante com cinco opções de cada) e, o penúltimo, 5 lugares que eu quero conhecer. Ufa!

Hoje falarei sobre 5 coisas simples que eu amo. Confesso que tive que pensar um pouco antes de escrever porque ultimamente não tenho prestado muita atenção nessas coisas. Ao lembrar delas, no entanto, me veio aquela sensação de quentinho no coração, sabe? 

Bom, vamos lá!

CHEIRO DE PÃO QUENTINHO PELA MANHÃ

Gente, eu amo comer e pão é tipo uma perdição para mim. Eu A-M-O pão. Seja ele francês, italiano, caseiro, integral, de fôrma. Cheiro de pão quentinho de manhã bem cedo é a melhor coisa que existe na vida. Sabe aquele pão que você até queima a mão quando pega? chega manteiga derrete Dá até um negócio no coração de pensar nisso... Com um café recém coado, então? Melhor refeição não existe.

OBSERVAR A PAISAGEM 

Eu sou uma pessoa muito urbana, mas também sei apreciar os momentos em lugares bucólicos e inóspitos. Sentar na graminha (com um pano embaixo, porque né, não sou tão natureza assim) e ficar observando a paisagem é uma das coisas mais legais para se fazer. Seja numa cidade de interior, numa praia ou em um parque. Essa é uma das pequenas coisas do dia a dia que eu amo.

FAZER UMA SESSÃO DE CINEMA EM CASA

Tirando o dia (há umas 3 semanas) que mozão e eu ficamos em casa porque eu estava doente e assistimos vários filmes, faz um tempo que não faço uma sessão dessas. Eu já disse que não sou a louca dos filmes, que meu negócio são seriados, mas reunir os amigos mais próximos (ou mozão), estourar um baldão de pipoca e fazer chocolate quente é uma das experiências mais legais que existem na vida. Sério. Recomendo muito. Aliás pretendo fazer isso em breve. 

ESCUTAR O BARULHINHO DA CHUVA

É tranquilizante deitar na cama e ficar ouvindo a chuva batendo na janela. É um dos sons mais relaxantes do universo para mim. É claro que só acho conveniente que chova quando estou em casa e debaixo das cobertas risos. Esse também é o momento perfeito para ler um livro tomando um xícara de chá ou de chocolate quente. Amo!

CAMINHAR ESCUTANDO MÚSICA


Acho que muita gente gosta disso também. Andar por ai, ouvindo sua musiquinha, só você com você mesmo. Acho isso terapêutico! É sempre bom dar uma viajada na maionese (eu sempre faço isso ouvindo música seja onde for), né não? Eu me sinto muito mais inspirada para andar até o meu destino com música.

E assim termina esse desafio tão legal que foi o 5 blogs, 5 posts. Estou super aberta a participar de outras coisas ME CONVIDEM!!! Adoro blogagem coletiva.

Então é isso, gente! Não esqueçam de visitar os blogs das outras meninas que enfrentaram essa jornada comigo.

💚

BEDA

Lista de ideias para posts #1

junho 20, 2017

Oi pessoal! Tudo bão com vocês?

Este ano decidi que vou participar do BEDA! Preciso de um desafio desse tipo para não desanimar do blog. Então, pensando nisso (e toda trabalhada na antecipação), resolvi postar uma listinha com 15 ideias para escrever no mês de agosto. Fiz até um "banner" do Décimo Terceiro Andar para esse evento (tá simplão, mas foi de coração).


São temas que vi pela Internet (em páginas, grupos e outros blogs). No fim das contas não tenho os links para creditar todo mundo, mas boa parte foi inspirada pelo SOTMB e pelo UB - e algumas ideias eu que tive também. 

Et voilà!

1. Faça um resumo do seu mês de julho: leituras, filmes, jogos, coisas que você comprou, etc.
2. Dia 13/08 é Dia dos Pais, escreva uma carta para o seu pai - ou para quem representa esse papel na sua vida.
3. Descreva os superpoderes que você gostaria de ter e explique o porquê.
4. Fale sobre um assunto do qual você entende bem: sua profissão, algo que aprendeu pela Internet, um universo cinematográfico (ex.: Marvel,) do qual você tem amplos conhecimentos, etc.
5. Mostre suas 5 fotos preferidas dos últimos meses.
6. Faça uma playlist da sua banda favorita.
7. Faça uma playlist de um estilo musical que você ODEIA.
8. Escreva sobre o que você queria ser quando crescesse e se isso se realizou/está se encaminhando.
9. Cite 5 frases que te inspiram.
10. Conte sobre um dia em que você foi obrigado a sair da sua zona de conforto.
11. Qual é a história da sua vida até aqui?
12. Escreva uma carta para o seu eu de 10 anos.
13. Escreva uma carta para o seu eu de 30 anos.
14. O que você faria se a Internet acabasse?
15. Faça uma lista de 5 filmes de um determinado gênero que todos deveriam assitir (terror, suspense, romance, ação, aventura, comédia, etc.).

Bom pessoas, por hoje é isso! Se vocês tiverem mais listinhas de ideias, deixem o link nos comentários (por favorzinho). 

Quem mais vai participar do BEDA? Me deixem avisada porque quero visitar todo mundo.

👄

Bloglovin

Sobre querer ampliar os horizontes deste cantinho

junho 16, 2017

Siga-me no Bloglovin'!

Olá pessoas! Tenho pensado muito sobre o assunto e decidi que talvez esteja na hora de dar mais um passo no mundo dos blogs: criar redes sociais para o Décimo Terceiro Andar. A primeira delas, é o Bloglovin' (aliás este post nasceu por conta disso. Não sei se precisava postar realmente para reclamar o meu blog lá, mas já cheguei até aqui e agora vamos continuar). 

Quero muito criar uma página no Facebook e um Instagram, mas o meu problema com essa última são as fotos. Talvez eu me dedique mais a tirar fotos originais, mas também posso reproduzir coisas que vi que gostei (dando créditos, é claro).

Vejo tantas redes sociais bonitinhas nos grupos de blogagem que sigo, acho que faz muita diferença (além de poder seguir essas pessoas sem usar o meu perfil pessoal. Gosto das coisas separadinhas).

Bom, é isso gente!

Um postzinho meio mixuruca para reclamar meu blog no Bloglovin' e também para dar um oi!

Se vocês tiverem boas dicas sobre como manter Facebook e Instagram de blog eu aceito com muita alegria.

Beijíneos ❤

💫

5 blogs 5 posts

5 lugares que eu quero conhecer

junho 15, 2017

Olá personas! Tudo bom com vocês?

Hoje é quinta-feira, então é dia de postar mais um tema do desafio 5 blogs, 5 posts. Em meio a muitos obstáculos, conseguimos chegar até aqui não é mesmo? 
No post de hoje, falarei sobre cinco dos (muitos) lugares que eu quero conhecer. Nunca viajei para fora do Brasil, mas espero que isso aconteça em breve. Então vamos lá!

ESCÓCIA

Se ninguém associou o motivo, eu explico: OUTLANDER. Desde que eu conheci esses livros em 2008, coloquei na minha cabeça que o lugar para o qual eu mais quero viajar na vida é a Escócia. Tenho uma vontade sem fim de conhecer os lugares que a Diana cita no livro, de ver os castelos antigos, as ruínas e aquelas paisagens maravilhosas. É um dos meus grandes sonhos!

IRLANDA

Meus gostos são muito influenciados por livros, e este desejo de conhecer a Irlanda vem de mais uma coleção incrível, a série Mortal. E não só Dublin, gostaria de viajar pelo interior do país, conhecendo as cidadezinhas e também as construções antigas. Imagino lugares muito mágicos e bucólicos. Deve ser um sonho!

NOVA YORK

Bom, quem não gostaria de visitar NY e andar pela 5ª Avenida com seu copinho de café se sentindo em um filme? Eu adoraria. Sou uma pessoa muito urbana, apesar de gostar muito de paisagens. Conhecer Nova York seria tipo o ápice da urbanidade para mim. 


LONDRES

Como qualquer bom fã de Harry Potter, Sherlock e Doctor Who, tenho um enorme desejo de conhecer essa cidade. Quero muito visitar os lugares por onde essas histórias já passaram e conhecer os museus e pontos turísticos (como qualquer bom turista). Andar naqueles ônibus vermelhos seria o máximo!

FRANÇA

Afinal, não estudo francês à toa, não é mesmo? Já falei que sou muito a tia dos rolês culturais, não falei? Então. Meu sonho é visitar todos os possíveis museus eu lugares históricos desse país. Além de comer muito, é claro, Amo comer e me parece que os quitutes franceses são muito bons (segundo me disseram).

Bom gente, é isso! Mais um dia de desafio concluído com sucesso. Me contem aqui nos comentários para onde vocês gostariam de viajar também! E não se esqueçam de visitar os outros blogs participantes!

😻

30 cartas

Carta para um grande amigo

junho 12, 2017




Olá querido amigo, como vai? 
Te escrevo esta carta para dizer que não me esqueci de você. Pelo contrário: todos os dias penso com carinho em sua existência. Apesar de não nos encontrarmos há algum tempo, gostaria de dizer que você continua sendo meu grande companheiro. Te carrego sempre junto a mim, em meu coração. E tenho somente boas lembranças de nossos momentos juntos. 

Ainda me lembro com clareza da primeira vez que fomos apresentados. Lembro-me do momento em que coloquei meus olhos sobre ti, e me senti tão cativada por seu jeito misterioso que passei dias falando sobre você a quem quer que surgisse na minha frente. Quando o conheci eu era apenas uma garotinha; uma menina que começava a enxergar o mundo real (e toda sua crueldade). Sem você, caro amigo, teria sido difícil atravessar os anos que me trouxeram até onde estou hoje. 

Passamos momentos bons e ruins juntos: você sempre esteve lá para mim. Um refúgio para o qual eu poderia (posso) voltar a qualquer momento. Meu querido companheiro, você sempre foi meu porto-seguro, o Farol que me guiou em meio à neblina e ao caos. Àquele que me abriu as portas para um novo mundo, que me proporcionou inúmeras experiências e aventuras. A partir do dia em que nos conhecemos minha vida simples se transformou por completo. 

Querido amigo, você me apresentou um mundo inteiro de novas possibilidades. Me fez enxergar além e ajudou-me a pensar e repensar diversas questões inerentes à vida adulta (e ao test drive que vem junto com o fim da infância e durante a adolescência). As fronteiras do meu - até então - pequeno universo ruíram. Não houve mais limites depois que você entrou em minha vida. 

Meu grande companheiro, peço desculpas pelo tempo que passei sem confrontar-lhe. Sem recorrer à sua sabedoria; sem voltar para você com meus questionamentos e dúvidas. Com as minhas incertezas. Mas preciso que você saiba que sem você meu mundo seria um pouco mais cinza. Nunca me esquecerei de você. 

Caro, não vejo a hora de te reencontrar. Sei que será como nos velhos tempos: somente nós dois, isolados do resto do universo. Cada vez que retorno até você sinto-me novamente como se fosse a garotinha curiosa que te viu pela primeira vez. 
Meu amado amigo, em breve nos veremos. Isso te prometo pelos bons (e maus) e velhos tempos. 

Obrigada por tudo. 

Um grande abraço e até logo.

📖📖📖📖 

Olá people! Tudo bem? Bom, esta é a primeira carta do desafio das 30 cartas. Quem chegou até aqui pode estar se perguntando sobre quem eu estou falando nesse texto. Antes de responder a esta pergunta, quero dizer que não acho justo escrever para apenas um amigo. Tenho poucos, sim, mas cada um deles merece uma carta dedicada a ele ou ela relembrando nossos momentos juntos. Pois bem, esta carta é endereçada ao meu livro favorito da vida: A Sombra do Vento.

Sim, é meio crazy, eu sei. Mas o meu relacionamento com esse livro, e as lições que aprendi com ele foram tantas. Eu passei metade da vida tendo somente livros como amigos *música triste de fundo*, então nada mais justo do que homenagear àquele que mudou minha vida toda. 

Espero que tenham gostado! Deixem um comentário aqui em baixo dizendo o que achou e faça uma Gabriela feliz! 👧

30 cartas

Desafio das 30 cartas

junho 11, 2017



Olá pessoas! Tudo bom com vocês? Hoje estou aqui para dizer que vou iniciar mais uma challengezinha. Tenho planos para agosto (sentiram a dica?) e quero aproveitar para ir reunindo ideias para facilitar. Este desafio vi no blog da Carol Sena (Entre Ver e Viver), mas resolvi adaptar um pouquinho.

O nome original do desafio é 30 day letter, ou seja, seria necessário escrever uma carta por dia. Não sei se sou capaz (assim como não estou conseguindo escrever um post por semana para cumprir as 52 semanas). Dessa forma, vou seguir os temas das cartas, mas sem essa necessidade de postar todos os dias.

Bom, as cartas podem ser reais ou fictícias. Tentarei escrever algumas cartas também à mão e postar a foto dela junto com o texto transcrito no blog.

É isso! Pretendo inciar essa brincadeira amanhã mesmo e ver no que vai dar. A seguir, a listinha de temas caso alguém queira participar também (a Carol traduziu os títulos, que originalmente estavam em inglês ♥).

01 - Um amigo
02 - Seu Crush
03 - Seus pais
04 - Os seus irmãos (ou parentes mais próximos)
05 - Seus sonhos
06 - Um estranho
07 - Seu ex-namorado/namorada/amor
08 - Seus amigo favorito da internet
09 - Alguém que você deseja ou que você poderia encontrar
10 - Alguém que você não fala tanto quanto gostaria
11 - Uma pessoa falecida, que você gostaria de falar
12 - A pessoa que você mais odeia/causou-lhe muita dor
13 - Alguém que você deseja perdoar
14 - Alguém que você se afastou
15 - A pessoa que você mais sente falta
16 - Alguém que não está em seu estado / país
17 - Alguém da sua infância
18 - A pessoa que você deseja ou que você poderia ser
19 - Alguém que importuna a sua mente - boas ou más
20 - Aquele que quebrou seu coração da forma mais dura
21 - Alguém que você julgou pela primeira impressão
22 - Alguém que gostaria de dar uma segunda chance
23 - A última pessoa que você beijou
24 - A pessoa com compartilhou sua memoria favorita
25 - A pessoa que você sabe que esta passando por momentos ruins
26 - A última pessoa com quem você fez uma promessa com dedo mindinho
27 - A pessoa mais simpática que você considerou logo que conheceu
28 - Alguém que mudou sua vida
29 - A pessoa que você quer falar tudo, mas tem medo
30 - Seu reflexo no espelho

💬

5 blogs 5 posts

5 livros, filmes e séries que amo e indico

junho 08, 2017

Oi gentem! Este é mais um postzinho da série 5 blogs, 5 posts! Hoje, o tema é falar sobre filmes, seriados e livros que gosto e quero que todos conheçam também. Como não sei se é para citar cinco coisas dentre as três categorias ou cinco de cada uma, vou escolher a última opção.

*ALERTA DE POST GIGANTE*

Bom, vou iniciar esta lista pela categoria que, para mim, é a mais difícil: filmes. Eu não sou tão ligada nesse universo porque tenho um gravíssimo problema de concentração. Assistir três episódios seguidos de 50 minutos cada? Ok! Ver um filme de 2 horas e meia? Not ok. Não sei qual é a minha dificuldade, mas eu fico muito inquieta (exceto no cinema). Vou listá-los abaixo sem ordem específica (na verdade vai ser na ordem em que eu lembrar dos títulos risos). 

TOY STORY 2
Imagem do Google
Pois bem. Nem o 1 e nem o 3, gosto mesmo é do 2º filme dessa franquia. Sim, é um filme para crianças e eu o conheci quando ainda era apenas um pequeno gafanhoto uma xovenzinha de 4 ou 5 anos. Esse é um daqueles filmes que eu poderia passar horas vendo no repeat (aliás só esses entrarão nessa lista).

O TURISTA
Imagem do Google
Juro que não sei o que diabos tem nesse filme (além do Johnny Depp, meu amor da vida) que me faz gostar tanto dele. Quando assisti pela primeira vez, fiquei tão apaixonada que vi que passaria novamente em outro canal da tv a cabo meia hora mais tarde e lá fui em assistir. Depois disso sempre que esse filme passa eu assisto todas as malditas vezes. Ele nem é tããão assim, só sei que gosto muito. 


CASA COMIGO?
Imagem do Google
Esse é um daqueles filmes que eu pensei que jamais iria gostar... afinal é filme de menininha *corta pra uma Gabriela que odiava chick-lit, mas hoje ama*. Enfim, minha história com essa belezinha é engraçada até: eu só assisti porque o controle da televisão estava longe e eu não queria levantar para pegá-lo. Ai deu no que deu. hoje ele é um dos meus filmes favoritos e eu o assisto em todas as oportunidades que surgem!

OS VINGADORES
Imagem do Google
Gosto de todos os filmes da Marvel, especialmente da trilogia do Homem de Ferro. No entanto, Os Vingadores também está na lista de filmes para ver várias vezes em sequência. Gosto do entrosamento dos atores e das cenas que tem momentos engraçados e de muita ação. 


OS FANTASMAS SE DIVERTEM
Imagem do Google

A primeira vez que vi esse filme foi com o meu pai. Confesso que filmes feitos nos anos 1980 não me atraem muito (não sei dizer o porquê). Mas meu pai falou tanto desse filme e ficou tão animado que achamos ele para comprar em DVD (da locadora que estava fechando na cidade) que eu resolvi assistir prestando atenção. GENTE, esse filme é MUITO bom, vocês precisam ver. É facilmente um dos meu favoritos da vida. 

Vou usar um cheatcode aqui e citar mais alguns. Deixei de mencionar na lista acima, mas, apesar de não ser tão ligada em filmes, tenho vários favoritos: Piratas do Caribe (todos); Guardiões da Galáxia 1 e 2; Hulk (todos que existem desde 2008); Os Delírios de Consumo de Becky Bloom; O Rei Leão 2; As Branquelas (não me julguem); Toda a franquia X-men e filmes do Wolverine, especialmente Logan; toda a franquia Harry Potter; a franquia Star Wars; A Noiva Cadáver e tantos outros que se eu for mencionar vai dar um post só de filmes. 

↭↭↭↭

Vamos agora aos seriados. Aqui acho um pouco mais simples porque tenho os meus 3 favoritos da vida e consigo incluir 2 bem facilmente. Mas também vou fazer uma listinha no final. 


SUPERNATURAL

Imagem do Google
Vou ter que fazer um comentário daqueles bem chatos: eu comecei a ver Supernatural beeeeeeeeeeeem lá no começo. Não inciei na 1ª temporada, mas a partir da 2ª, o que dá uns bons 12 anos vendo a série. Sim, eu tenho aquele probleminha de ter ciúme das coisas que eu gosto se tornarem famosas. Enfim, a série está indo para a sua 13ª temporada e por mim pode continuar existindo para sempre!


THE WALKING DEAD
Imagem do Google
Mais uma série que comecei a ver desde que ela começou. Vi a primeira temporada uma semana após ela terminar e fiquei doente pela continuação. Não esperava os rumos que ela tomaria (porque não acompanho a HQ) e confesso que pro meu gosto ficou sombrio demais, sou do time que gosta de finais felizes. Mas, ainda assim, é uma série muito boa e que merece ser assistida.

DOCTOR WHO
Imagem do Google
Confesso que me interessei pela série por conta dos gifs que via no Tumblr. Parecia ser um universo muito incrível e eu queria entender as piadas internas. Comecei a assistir sem dar muita coisa pela série, mas no fim acabei me apaixonando perdidamente. Vale muito a pena ver Doctor Who, especialmente quem curte ficção cientifica.


OUTLANDER 
Imagem do Google
Não tenho palavras para descrever a maraviolhosidade que é Outlander. Conheci esse universo através dos livros da autora Diana Gabaldon, em 2008. Quando anunciaram uma série, confesso que senti um misto de felicidade e medo porque as pessoas começariam a conhecer esse mundo que era tão meu. Os livros nunca foram muito famoso no Brasil e começaram a estourar por conta do seriado. É tudo lindo. vocês precisam ver para conhecer o Jamie e a Claire!!!


SHERLOCK
Imagem do Google
Eu demorei anos para dar uma chance para Sherlock (a série de TV). O Benedito não me convencia muito. No entanto, depois de muita (muita muita muita muita) insistência de um grupo de amigas, acabei de rendendo e quase morri por ter perdido tanto tempo da vida sem ver essa belezinha. Cada episódio em o tempo de um filme e vale cada minuto passado ali. É sensacional (e o Benedito é maravilhoso). Assistam!

Além dessa cincos, preciso mencionar: Game of Thrones, Jessica Jones, Stranger Things, Desventuras em Série, Law & Order SVU, The Big Bang Theory, Chicago Fire e Chicago PD.

↭↭↭↭

E agora, aos livros! Bom, para mim essa é a categoria mais difícil de escolher porque eu amo muitos livros e séries de livros. É um grande problema ter que escolher apenas 5. Mas vamos lá.


SÉRIE MORTAL
Imagem do Google
Não tem como indicar penas um livro da Mortal, é preciso falar sobre a série como um todo. Amo de paixão esses livros e o universo construído pela Nora Roberts (ou J.D. RoBB, como preferirem). É o tipo de história que mistura tudo o que eu gosto: ficção policial e científica (além de um romance ocasional). A Eve é a pessoa mais maravilhosa e incrível que existe no mundo fictício e quem ler esses livros vai se apaixonar. 

OUTLANDER
Imagem do Google
Bom, já deu para perceber que eu amo demais o personagens da Diana Gabaldon, não? Citei a série de tv ali em cima, mas os livros não poderiam ficar de fora. A história e a escrita da Diana são muito cativantes, fazem você viajar no tempo imaginando as cenas que ela descreve com perfeição. É muito bacana acompanhar o desenvolvimento dos personagens (que vão envelhecendo ao longo dos livros). Amo demais! Leiam. 

A MENINA QUE ROUBAVA LIVROS
Imagem do Google
Se alguém nunca leu esse livro, pelo amor de Deus, leia! Acho que todo mundo precisa de uma dose de tragédia baseada em acontecimentos reais para dar um pouco mais de valor à vida (muitas vezes não conseguimos entender a dimensão de um acontecimento ou de fatos trágicos vividos por outros a não ser através de histórias assim). Recomendo muito muito muito!

O LIVRO PERDIDO DAS BRUXAS DE SALEM
Imagem do Google
Quem gosta de histórias sobre bruxas, vai amar esse livro. Eu o encontrei por acaso numa Bienal do Livro e comprei porque estava no meu momento "quero ser wicca". Adorei cada momento que passei lendo este livro, ele é cheio de surpresas e foge dos esteriótipos que geralmente cercam esse tema. Vale muito a pena ler!

A SOMBRA DO VENTO
Imagem do Google
Esse é o meu livro mega master favorito da vida! Se eu precisasse escolher um único livro pra levar comigo para uma ilha seria esse. Ele foi um dos primeiros livros que me fez gostar de ler quando eu ainda era criança, e mergulhar em suas páginas me levou (várias vezes) a um mundo mágico, cheio de mistérios... Cada vez que o leio (sempre mais velha) (é claro) me surpreendo e enxergo as situações de maneiras diferentes, cada vez o compreendo mais e mais. Amo muito essa obra e super recomendo!

Preciso citar ainda: todos os livros do Rick Riordan; Harry Potter; os livros do Jo Nesbo; Irmandade da Adaga Negra; Academia de Vampiros e Bloodlines; os livros da Mary Higgins Clark; O Devorador de Sonhos; os livros do Robert Galbraith e muitos, muitos outros!!

Bom pessoal, essas foram as minhas dicas. Peço desculpas pelo super postzão haha. Deixem as de vocês nos comentários e não esqueçam de visitar os outros quatro blogs que participam do desafio 5 blogs, 5 posts.

 Entre Ver e Viver • Juliana Brochini • Lapsos • Insaturada 

Beijinhos!