Lendo Clássicos

O começo de um pequeno Clube do Livro

julho 17, 2017

Eu sempre amei ler. Acho que já falei isso aqui umas 14556237 vezes. Mas, como também já mencionei antes, estou tendo dificuldades para ler nos últimos tempos. 


No fim de semana passado fui para o interior visitar meus pais e meus amigos. Nem todos estavam no rolê como planejávamos, mas foi ótimo e rendeu o que estou gostando de chamar de pequeno Clube do Livro. Minha amiga querida e gêmea siamesa ligada pelo pé Ana Luiza e eu decidimos dar força uma a outra para ler clássicos! 

Somos amigas desde a 8ª série (ou seja, há muitos anos sou de humanas e não sei contar). A gente passou basicamente todo o tempo que estudamos juntas falando sobre livros, lendo durante as aulas (desculpa ai, profs), frequentando as Bienais aqui em São Paulo e amando tudo o que é relacionado ao universo literário. Chegamos, então, à conclusão de que já era para termos um clube do livro e fazer leituras em conjunto há muito tempo. Só que também imaginamos que como a gente lia MUITO mesmo, nem daria tempo de planejar um cronograma e demorar semanas para ler um livro. Agora faz todo o sentido.

Então, para começar essa nossa empreitada literária, escolhemos ler Os Miseráveis, de Victor Hugo. A seguir, vou passar nosso cronograma de leitura que começa em agosto. Boa sorte para nós! (boatos de que mal começamos e já estamos planejando os próximos escolhidos risos).

Parte I - Fantine
06/08 - Livro I ao livro II (até o capítulo VII. O interior do desespero)
13/08 - Livro II (a partir do capítulo VIII. A onda e a sombra) ao livro V (até o fim)
20/08 - Livro VI ao livro VIII

Parte II - Cosette
27/08 - Livro I
03/09 - Livro II ao livro IV
10/09 - Livro V ao livro VIII

Parte III - Marius
17/09 - Livro I ao livro V 
24/09 - Livro VI ao livro VIII

Parte IV - O idílio da Rua Plumet e a epopeia da Rua Saint-Denis
01/10 - Livro I ao livro III
08/10 - Livro IV ao livro VII
15/10 - Livro VIII ao livro XI
22/10 - Livro XII ao livro XV

ParteV - Jean Valjean
29/10 - Livro I ao livro II
05/11 - Livro III ao livro V
12/11 - Livro VI ao livro IX

Ufa! Não vejo a hora de começar. Vamos discutir semanalmente as partes que terminarmos de ler, e estou pensando em postar aqui minhas impressões também semanalmente. Vamos ver como vai funcionar.

Minha edição de Os Miseráveis é um monstro imenso da editora Martin Claret. A história sobre como eu comprei esse livro é ótima também: ele custava, na época, 99 reais. Só que aconteceu um super bug no site da Fnac e ele saiu por 9,90. Na verdade comprei três livros contanto com Les Mis por somente R$15,90 por conta desse bug (os outros dois foram Os Irmãos  Karamazov e Crime e Castigo, ambos de Dostoievski, e também 99 reais cada um). Sorte a minha!





Ah! Estendo o cronograma à todos vocês!

📚📚📚

livros

Um update sobre a minha meta de leitura de 2017

julho 13, 2017

Como é difícil amar ler e não ter tempo (ou estar cansada demais). É uma morte horrível. Acho que eu já falei algumas vezes aqui que antes eu era capaz de ler uns 100 livros por ano. Hoje, se chegar a ler 10 é muito. ME AJUDA AI, PÔ. 


Para este ano, eu estabeleci uma meta de ler todos os livros que estavam na minha estante, mas eu ainda não tinha lido. Criei minha listinha no Skoob com todos esses títulos e estava crente que iria conseguir. O ano foi passando, eu fui comprando outros livros, mozão me deu livros também e, no fim, li somente 8 livros até agora. Da lista inicial, li 7. Mas agora eu quero ler todos os livros novos que comprei e não sei o que fazer. Deus pegue o volante™. 

Enfim, resolvi colocar aqui a lista dos livros que eu ainda quero ler esse ano. Quem sabe assim eu ganho um fôlego para conseguir cumprir até dezembro!

Vamos à lista:

O Substituto - Brenna Yovanoff
A Queda - Guillermo del Toro 
Noite Eterna - Guillermo del Toro
Dália Azul - Nora Roberts
O Rei - J.R. Ward
Amante Finalmente - J.R. Ward
Cress - Marissa Meyer
A Herdeira - Kiera Cass
Bruxa da Noite - Nora Roberts
Carta de Amor aos Mortos - Ava Dellaira
Saga Acampamento Shadow Falls (5 livros) - C.C Hunter
Virtude Indecente - Nora Roberts
Convergente - Veronica Roth
O Oráculo Oculto - Rick Riordan
Trilogia O Lar da Srª Peregrine - Ransom Riggs
Contos Peculiares - Ransom Riggs
O Leopardo - Jo Nesbo
Baratas - Jo Nesbo
Roberto Civita: O dono da banca - Carlos Maranhão
A Besta - J. R. Ward
It: A Coisa - Stephen King
A Mansão Hollow - Aghata Christie
Morte na Mesopotêmia - Aghata Christie
Um Corpo na Biblioteca - Aghata Christie
A Morte no Nilo - Aghata Christie
Winter - Marissa Meyer
O Fantasma - Jo Nesbo
Um Sonho de esperança - Nora Roberts
Estilhaça-me - Tahereh Mafi
Escos do Futuro partes 1 e 2 - Diana Gabaldon
As Últimas Quatro Coisas - Paul Hoffman
Liberte Meu Coração - Meg Cabot
Beijo de Sangue - J.R. Ward
Coração do Mar - Nora Roberts
Um Sonho de Vida - Nora Roberts
Deslembrança - Cat Patrick
O Penúltimo Perigo - Lemony Snicket
O Fim - Lemony Snicket
O Escorregador de Gelo - Lemony Snicket
Brisingr - Christopher Paolini
A Cruz de Morrigan - Nora Roberts
Pecados Sagrados - Nora Roberts
Os Sombras - J.R. Ward
Battle Royale - Koushun Takami
Eldest - Christopher Paolini
As Pedras Élficas de Shannara - Tery Brooks
A Espada de Shannara - Tery Brook
Doutor Sono - Stephen King
Eona - Alison Goodman
Os Doze - Justin Cronin
Garota Exemplar - Gillian Flynn
Insurgente - Veronica Roth
A Promessa do Tigre - Colleen Houck
Divergente - Veronica Roth

Ufa! Por ai dá pra ver que meus gostos literários são meio duvidosos são um tanto quanto juvenis risos. Mas é que eu não incluo os livros que eu tenho que ler "por obrigação" digamos assim (ou seja, relacionados ao meu universo de trabalho e tudo o que eu lia na faculdade). Eu tenho pensado em me desfazer de alguns desses livros porque realmente não sinto vontade nenhuma de lê-los (comprei quando era adolescente ainda, ai foi passando e agora vejo que alguns não fazem mais o meu tipo). Mas sou muuuuuito ruim para desapegar.

Enfim!

Torçam por mim nessa empreitada.

coisas aleatórias

O homem da cobra

julho 12, 2017

Eu tenho o hábito de falar sozinha. Acredito que muita gente que é introvertido dá dessas. E eu crio cenários e enredos de conversações incríveis que jamais vou ter. Hoje, por exemplo, estava dirigindo meu carrinho, pensando na vida, quando comecei a falar com uma pessoa imaginária sobre as várias fases da minha timidez aguda. 

-- Há cinco anos não estaríamos tendo essa conversa - disse eu, ao assento vazio do lado do carona. - Eu era tão tímida que não conseguia falar com ninguém. E meti na minha cabeça que queria ser jornalista. Quando estava na faculdade, para apresentar trabalhos era só por Deus: falar eu até falava, mas gaguejava, ai me sentia péssima e ficava com mais vergonha pensando que aquelas pessoas todas me olhando estavam me achando ridícula - esse sentimento, é claro, sempre confirmado pelos sorrisinhos maliciosos que eu pescava em meio a minha visão que chegava a ficar turva até. 

-- Mas você até que fala bastante - respondeu o assento.

Em meio há alguns xingamentos voltados a um motoqueiro que resolveu passar pela direita quando não deveria, continuei:

-- Sim, hoje já consigo falar melhor com as pessoas. Fui "quebrando" meus medos. Principalmente meu receio de falar alguma merda. Por isso que na faculdade, na verdade durante toda minha vida escolar, eu precisava saber tudo cem por cento para ter certeza de que não ia soltar nenhuma abobrinha. E no fim não falava é nada porque eu suava tão frio para interagir com qualquer pessoa que a voz chegava a me faltar.

Depois de uma freada um tanto brusca atrás de um ônibus que estava parado na curva, bem longe do ponto (e não havia nenhum passageiro subindo ou descendo), fiz uma pausa dramática, daquelas em que você abre um sorriso misterioso, dá de ombros e volta a falar como se tivesse todos os segredos do mundo escondidos dentro de você.

-- Foi muito difícil chegar até aqui. Foram muitos dias me sentindo, por falta de palavra melhor, humilhada. As pessoas realmente não entendem o poder que tem uma simples palavra de mal gosto. Só quem é introvertido, tímido e sofre ou já sofreu com depressão e ansiedade pode entender minimamente como é a vida de uma pessoa assim. Imagine, então, ser e ter tudo isso ao mesmo tempo. Isso sim é conhecer o inferno; quem enfrenta isso, meu amigo, é capaz de enfrentar qualquer outra coisa.

-- É, imagino que sim - pontuou novamente meu interlocutor imaginário.

-- Mas vou ficar um pouco quieta porque devo estar te entediando com todo esse papo. Ainda sou muito tímida, mas é só me dar cinco minutos de conversa que eu não paro de falar. Como é mesmo aquele ditado popular? Fala mais do que o homem da cobra? Essa frase nunca fez muito sentido para mim porque 1) quem é o homem da cobra? e 2) por que ele fala tanto? Enfim, suponho que eu fale mesmo mais do que o tal homem da cobra quando me dão a oportunidade.

Chego na rua de casa e tenho que desviar de um carro que vem pela contramão. Perco o fio da meada da minha conversa imaginária e é o fim. 

52 Semanas

Das coisas que eu nunca...

julho 11, 2017

Planejamento e força de vontade são essenciais para o sucesso. Porém, o que me sobra de organização, me falta de força de vontade, logo, no success.  


Tudo isso para dizer que o desafio das 52 semanas se tornou, oficialmente, uma lista com 52 ideias para posts. Inclusive, esse post foi inspirado em um dos temas do desafio. Então, queridos leitores, hoje vou falar sobre cinco coisas que eu nunca fiz (algumas eu gostaria de fazer, outras nem pensar). 

*vinheta de programa de auditório tocando ao fundo*

Nunca sai do Brasil...
Isso é muito triste porque um dos meus maiores sonhos é conhecer a Escócia. Eu também nunca fui para a Disney (mais uma frustração infantil) e nunca tomei meu café no copinho de isopor andando plena pela 5ª Avenida. Outro problema de nunca ter viajado pelo mundo é que, na minha área de trabalho, as pessoas conversam MUITO sobre suas viagens internacionais e eu me sinto como se estivesse atrasada profissionalmente por não ter visitado 765 museus ao redor do globo. Fazer o que, nem todos nascemos em berço de ouro, não é mesmo?

Nunca fui ao cinema sozinha...
E morro de vontade. Sempre gostei de ser sozinha e até achava que eu ia passar a vida assim, mas, mesmo não acreditando mais que a solidão seja o meu destino, eu gosto de ter um "me time", só que das coisas que já fiz, ir ao cinema sozinha nunca foi uma delas. Mesmo antes de eu estar em um relacionamento, eu sempre ia junto com alguma amiga ou com os meus pais. Quero fazer isso ainda esse mês, só não sei qual filme vou ver ainda (a única certeza é o balde de pipoca, o resto é descoberta). 

Nunca experimentei nenhuma droga...
Pelo menos nenhuma considerada ilícita a.k.a maconha et al. Agora uma brejinha quem não gosta, não é mesmo? E uma vez fui ~espertona~ o suficiente para querer tentar fumar um cigarro; coloquei e tirei da boca no mesmo segundo porque é horrível. E realmente sou super contra drogas, tive um caso na minha família e foi bem difícil para nós todos lidarmos com a situação, vendo a pessoa se deteriorar a cada dia que passava. Então, sério, não cheguem com nada disso perto de mim porque eu vou fazer cara feia e achar bem ruim.

Nunca andei de trem...
Quando digo trem, espero que vocês imaginem a típica maria-fumaça e não um trem da linha azul, verde ou rubi da CPTM (para os paulistanos). Já visitei algumas cidades do interior de SP e em muitas delas existem trilhos abandonados, que não estão mais em uso, mas sobraram ali, no meio das novas ruas. Sonho em andar de trem - e é claro que seria maravilhosos unir essa vontade ao desejo de viajar pelo mundo e ir de trem por determinados lugares da Europa, por exemplo. 

Nunca cantei em um karaôke...
Já fui em alguns (poucos) e já rolou festa assim na casa de alguém, mas nunca cantei. Acho que talvez por não estar nas companhias certas, também conhecidas como minhas amigas que têm o mesmo gosto musical que eu ou meu grupo de amigos do colégio que não vai me julgar pela voz desafinada. Tá ai uma atividade para colocar na checklist de coisas para fazer ainda em 2017.

Bom, é isso. Essas são algumas das coisas que eu nunca fiz na minha vida. Poderia ser uma lista bem mais extensa, mas às vezes é melhor se ater ao básico.

E vocês, que coisas vocês nunca fizeram e queriam fazer (ou não)?
👂

Liebster Award

Liebster Award

julho 10, 2017

Olár pessoas! Passei a última semana tentando pensar em algo legal para atualizar o blog, mas parece que meu bloqueio criativo feat. ansiedade por não conseguir fazer nada voltaram!


Mas, como às vezes o universo me dá um sinal de que está escutando minhas reclamações e resmungos, surgiu a fofa da Natália com a solução para a falta de posts: uma tagzinha para responder. Vamos às regras do Liebster Awards:


  • Escrever 11 fatos sobre você.
  • Responder às perguntas de quem te indicou. 
  • Indicar de 11 a 20 blogs com menos de 200 inscritos
  • Fazer 11 perguntas aos blogs indicados.
  • Colocar o selo do Liebster award. 
  • Linkar quem te indicou: Lapsos (o blog dela é uma gracinha, visitem!)


11 FATOS SOBRE MIM
  1. Fiz minha primeira tatuagem (uma âncora de 2x2 cm) aos 20 anos e tive que escondê-la dos meus pais durante 3 fucking meses.
  2. Já tive queimaduras de 2º grau (quase 3º) de dormir sob o sol.
  3. Tenho uma irmã por parte de pai que tem 30 anos (e ela tem um filho lindo que é meu sobrinho <3).
  4. Sou muito pão dura até para comprar comida às vezes, mas não me importo em gastar rios de dinheiro com livros.
  5. Tenho um projeto de livro que já tem 40 mil palavras (e nunca consigo terminar).
  6. Caí andando de bicicleta e quebrei o punho esquerdo aos 10 anos; depois de duas semanas ele teve que ser quebrado pelo médico porque "colou" errado. Até hoje ele é tortinho e dói dependendo do movimento/posição.
  7. Tenho uma cachorra pinscher que se chama Polly. Ela chegou à nossa casa com 5 dias de vida e do tamanho de um rato.
  8. Meu primeiro dente de leite "caiu" com a ajuda da tampa de uma maquina de lavar
  9. Já dormi mais de 20 horas.
  10. Quando eu era criança "caçava" tatuzinhos no quintal e os colocava dentro da caixinha de um apontador.
  11. Sei fazer bordado.
PERGUNTAS DA NAT

  1. Qual o seu CD preferido e por quê? Considerando a minha enorme dificuldade em responder qualquer pergunta relacionada à músicas, vou dizer que é o Folie a Deux, do Fall Out Boy porque no momento as músicas desse álbum são as mais tocadas na minha playlist.
  2. Qual foi o momento mais vergonhoso da sua vida? Bom, sendo uma pessoa introvertida e mega tímida que as pessoas adoravam zuar, tive muitos. Mas acho que o meu maior momento de vergonha extrema foi quando tinha uns 8 anos e estava na 2ª série (na verdade eu ainda tinha 7 anos porque faço aniversário em novembro, então teoricamente terminei a 2ª série com 8 anos). Eu precisava MUITO ir ao banheiro e a profª não deixou. Ai o resultado foi uma dor de barriga que não pôde ser controlada. (desculpem pelo oversharing).
  3. Se um zumbi e um vampiro se mordessem simultaneamente, o zumbi se transformaria num vampiro ou o vampiro se transformaria num zumbi? Acho que o vampiro se transformaria num zumbi se imaginarmos a situação hipotética de o vampiro ter mais ~características~ de humanidade/vida do que o zumbi. Sou formada em muitas temporadas de Supernatural, The Walking Dead e livros de vampiros para afirmar isso. 
  4. Qual o seu Top 5 séries preferidas? Supernatural, Doctor Who, The Walking Dead, Sherlock e The Big Bang Theory. Nessa ordem. 
  5. E, o mais importante, qual o seu Top 5 memes? Ai que difícil! Sou da época que os memes eram bem diferentes na Internet. Não sei responder essa pergunta. Sorry.
  6. Se você pudesse trocar de lugar com qualquer pessoa por um dia, quem seria? Putz, outra impossível de responder. Acho que com a Caitriona Balfe por rasões de Jamie Fraser risos.
  7. Você recebeu um superpoder e pode usá-lo durante 24 horas. Qual superpoder seria e o que você faria com ele? Queria poder congelar o tempo e colocar minha vida em ordem (a.k.a ler todos os livros que faltam, assistir as séries, escrever meu livro, trabalhar e dormir um pouco). Depois quando descongelasse ia tá tudo normal, só que eu estaria com menos coisas para fazer.
  8. O que você faz pra superar bloqueios de criatividade? Eu poderia dizer que leio para me inspirar, escrevo coisas aleatórias ou vejo vídeos motivacionais, mas faz meses que to nesse bloqueio e não consigo sair e me falta vontade para tentar.
  9. Se sua casa pegasse fogo, quais itens você salvaria (lembrando que você tem pouco tempo e todos os seus parentes/amigos/bichinhos de estimação estão bem)? Todos os meus livros e meu notebook. Não saberia o que fazer sem eles.
  10. Qual a maior lição que seus pais te ensinaram? Meus pais me ensinaram muitas coisas boas e importantes, mas a lição que eu mais valorizo é dar valor a eles enquanto estão vivos. Não consigo imaginar a minha vida sem um dos dois ou sem ambos. Acredito que antes de valorizar bens materiais, amizades e crushes, os pais (ou qualquer pessoa que tenha esse papel) devem vir em primeiro lugar. São eles que vão estar do nosso lado quando precisarmos, quando estivermos doentes, sem dinheiro e deprimidos. São eles que vão nos dar o suporte e o amor que é necessário para superar algumas situações difíceis. 
  11. Qual vídeo do YouTube você acha que todo mundo deveria assistir? Nossa, sou super desligada de YouTube, mas vou sugerir este daqui. Não quero nem explicar o que é, apenas vejam.
MINHAS PERGUNTAS

  1. What team?
  2. Se você pudesse viver durante um dia em um universo fictício qual seria?
  3. O que você faz para sair da bad?
  4. Qual é a mistura de comidas mais doida que você gosta e as pessoas acham ~nojentinha~?
  5. Shakespeare e os gregos já disseram tudo antes?
  6. Existe alguma coisa muito simples e fácil de realizar e que você sonha em realizar, mas nunca conseguiu?
  7. Você tem algum medo esquisito?
  8. Pensando no que você viveu da sua infância até hoje, qual foi a maior mudança pela qual você passou? (não vale física).
  9. Quais são os seus pensamentos sobre o inicio da existência do universo? 
  10. E o que você imagina que tinha antes?
  11. Qual é a sua confort food preferida?
Para responder a esta TAG eu indico: Ana (Meio Assimétrica), Manuela (The Midnight Effect, Ana Luísa (Nalu Ta Na Lua), Mari e Sâmela (Deixa Florir)Thamires (Notivagar) e quem mais quiser responder a esta tagzinha tão legal!